1. Skip to Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer>
Sexta, 16 de Novembro de 2018

Antecedentes Arquitetônicos - século XVIII

PDF Imprimir E-mail

Escrito por Circonteúdo Sáb, 07 de Novembro de 2009 00:08

26antearq1aEsta imagem é de Jean Marot, L’Entrée triomphale de leurs majestés Louis XIV, roi de France, e Marie-Thérèse d’Autriche... (Entrada triunfal de suas majestades Luís XIV, rei de França, e Marie-Thérèse da Áustria...), e mostra o Anfiteatro da praça Princesa, de Paris. Ele foi montado e fazia parte, em 1660, dos preparativos para “entrada triunfal de suas majestades Luis XIV e Marie-Thérèse, na vila de Paris, no retorno da assinatura da Paz Geral e do casamento de ambos. O que se pode observar é um formato de arquibancadas a céu aberto, ocupadas pela aristocracia, que circundam toda a entrada principal na qual se daria a exibição da entrada real. É interessante notar que esse é um dos muitos formatos arquitetônicos utilizados pelos circenses a partir do século XVIII, todo o XIX e até pelo menos os anos de 1950, por todos os lugares para os quais eles viajaram, inclusive América Latina e, particularmente, Brasil.

Este foi, inclusive, um tipo arquitetônico mostrado no final do filme de Frederico Fellini – La Strada (no Brasil: A estrada da vida), de 1954. No Brasil ele foi muito utilizado. Sua versão para o nordeste brasileiro ficou conhecida como um tipo de circo “tomara que não chova” ou “pinico sem tampa”, pelo fato de não haver cobertura. Até hoje, nas regiões norte e nordeste é possível encontrar grupos circenses que se utilizam desse modelo de circo.


Fonte da imagem: Dupavillon, Christian – Architectures du cirque – des origines à nous jours. Paris: Éditions du Moniteur (Groupe Moniteur), 2001, p. 36.


<< voltar para a Linha do Tempo



 

 
Painel de entrevistas

jose_rubens_peq
José Rubens
Thumb_lily
Lily Curcio
thumb_chacovachi
Payaso Chacovachi
Argentina
thumb_muralla
Teatro la Muralla
Equador
thumb_museo
Teatromuseo
Chile





Erminia em entrevista no Jô

(+) entrevista na íntegra

Parceiros

As Marias da Graça (Rio de Janeiro - RJ)
Centro de Memória do Circo (São Paulo - SP)
El Circense (Buenos Aires - Argentina)
Encontro de Bastidor (Brasília - DF)
Escola Nacional de Circo (Rio de Janeiro - RJ)
Instituto de Ecocidadania Juriti (Juazeiro do Norte - CE)
Intrépida Trupe (Rio de Janeiro - RJ)
Panis & Circus (São Paulo - SP)
Teatro de Anônimo (Rio de Janeiro - RJ)