1. Skip to Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer>
Domingo, 18 de Novembro de 2018

Seminário: Circo, Políticas Públicas e Economia Criativa

PDF Imprimir E-mail

Escrito por Marlene Olimpia Querubin

Palestra proferida no Seminário: Circo, Políticas Públicas e Economia Criativa, realizado em 25.11.2010, na Mesa: Economia Criativa.
Realização: Cooperativa Brasileira de Circo; União Brasileira de Circo Itinerante



Como resultado de aproximadamente uma década de debates e reinvindicações, em que posso destacar o I Seminário de Circo - "Direitos e Deveres", que ocorreu em Brasília em 2002, o Seminário realizado no SEBRAE e o Encontro de Arcozelo em 2004, além de outros tantos encontros, esse novo ciclo de Seminários promovidos pela Aliança Pró-Circo deve tornar-se o maior encontro para discussão da atividade circense no Brasil. Primeiros temas : Políticas Públicas e Economia Criativa.

Faz pouco tempo que a ECONOMIA e a CULTURA se encontraram, pois a economia não se prestava a estudar ou mesmo a considerar a existência de um campo de estudo voltado a cultura, a empresas culturais.

O que havia era apenas uma ligação muito tênue da economia com as chamadas "altas artes", mas sempre com relação ao mecenato, nunca em relação ao processo de criação artística e muito menos às artes populares, nas quais incluo as ARTES CIRCENSES, o circo propriamete dito.

Esse conceito muito novo, o de ECONOMIA CRIATIVA, nasceu no final do século XX, e a construção do conceito ainda é muito recente e talvez ainda demande alguns debates acadêmicos.

Vou me permitir usar uma definição inglesa que entende como criativas:
"Indústrias que têm sua origem na criatividade, habilidade e talento individuais e que têm um potencial para geração de empregos e riquezas por meio da geração e exploração da propriedade intelectual. Isto inclui propaganda, arquitetura, o mercado de artes e antiguidades, artesanatos, design, design de moda, filme e vídeo, software de lazer interativo, música, publicações, software e jogos de computador, televisão e rádio, e as artes cênicas, o circo."

O CIRCO como arte popular que é, se insere sem qualquer dúvida, na categoria de empresa criativa ou indústria criativa, já que do uso da criatividade, habilidades específicas e talentos individuais como matéria-prima é que surge seu produto final, o espetáculo circense.

Invariavelmente, todos os circos com seu processo de criação do seu produto final, geram inúmeros empregos diretos e indiretos e garantem a geração de riquezas, tanto a empresários quanto a tomadores de serviços e fornecedores de bens de consumo.

Também é muito importante que o debate sempre esteja aquecido no que se refere a Política Cultural, dando maior ênfase para a construção do Plano Nacional de Circo, em todos seus eixos, principalmente nos seguintes pontos :

• Permitir aos circenses o acesso à produção, ao fomento e a circulação dos espetáculos circenses, buscando contribuir para sua sustentabilidade;;
• Proteger e promover as diversas tradições do Circo suas expressões;
• Fomentar a formação, qualificação e valorização dos profissionais de Circo;
• Desenvolver iniciativas voltadas à manutenção de núcleos artísticos com trabalho continuado, favorecendo a experimentação e a inovação artística;
• Fomentar e incentivar o desenvolvimento de pesquisas e projetos voltados para reflexão crítica, debate cênico, mapeamento e diagnóstico, divulgação e valorização da diversidade e da produção artística do Circo, bem como uma pesquisa mercadológica;
• Fomentar e incentivar a criação e inovação artística do Circo,
Desenvolver ações voltadas para o intercâmbio e a circulação internacional da produção artística do Circo!
• Fomentar projetos e ações voltados para ampliação da participação do Circo no desenvolvimento sócio-econômico.
Todos da Aliança Pró-Circo, esperamos que o movimento cresça e particularmente a UBCI, não medirá esforços para que os próximos Seminários se realizem com cada vez um maior número de participantes, mais conscientes e mais preparados para o debate.

Marlene Olimpia Querubin
Ubci
vice -presidencia
Circo Spacial
Presidencia
www.spacial.com.br
+55 - 11 92919857
+55 - 11 7875 2193
+55*82*42889

 

Comentários   

 
0 #2 CirconteúdoGuest 11-11-2018 02:48
I have noticed you don't monetize your blog, don't waste your traffic, you can earn extra bucks
every month. You can use the best adsense alternative for any type of website (they approve all websites), for more details
simply search in gooogle: boorfe's tips monetize your website
Citar
 
 
0 #1 CirconteúdoGuest 26-12-2017 14:48
ProThemes Add On Membership - VideoMakerFX.
Special 82% Discount! http://bit.ly/2BWDPFV
Regular Price For These Themes is $197 & $47 Per Month!

It's Yours Today For A Special Price!
Citar
 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Painel de entrevistas

jose_rubens_peq
José Rubens
Thumb_lily
Lily Curcio
thumb_chacovachi
Payaso Chacovachi
Argentina
thumb_muralla
Teatro la Muralla
Equador
thumb_museo
Teatromuseo
Chile





Erminia em entrevista no Jô

(+) entrevista na íntegra

Parceiros

As Marias da Graça (Rio de Janeiro - RJ)
Centro de Memória do Circo (São Paulo - SP)
El Circense (Buenos Aires - Argentina)
Encontro de Bastidor (Brasília - DF)
Escola Nacional de Circo (Rio de Janeiro - RJ)
Instituto de Ecocidadania Juriti (Juazeiro do Norte - CE)
Intrépida Trupe (Rio de Janeiro - RJ)
Panis & Circus (São Paulo - SP)
Teatro de Anônimo (Rio de Janeiro - RJ)